THINKING

10 projeções digitais que as marcas deveriam levar em contar em 2020
futuro digital

Agora Public Affairs and Strategic Communications of Argentina apresentou uma análise sobre a projeção das tendências digitais que as marcas deveriam levar em conta para a sua planificação estratégica neste ano:

1. Tik tok ganha terreno. Mais de 550 milhões de usuários fazem desta nova rede um fenômeno que cresce.
2. Micro influencers no centro do marketing digital. Trata-se do impacto e da credibilidade que um consumidor pode gerar postando comentários sobre uma marca ou serviço.
3. Mais controle sobre as fake news. As plataformas estão avançando na implementação de filtros e de outras ferramentas para detectar e prevenir notícias falsas.
4. Cresce o social listening. Noventa porcento dos consumidores se comunicam com as marcas nas redes, por isso esta ferramenta passa a ser relevante no momento de pensar em como chegar aos consumidores.
5. Atenção a grupos de clientes detratores de redes. Consumidores que começam a solicitar menos métricas de “De vaidade”. Começam a aparecer as postagens “real life”.
6. Atenção a novas gerações. Digitam o rumo das tendências de consumo, impondo tecnologias disruptivas em contraposição à publicidade tradicional.
7. Fast Content como nova forma de contar. Cada usuário pode gerar um vídeo ou conteúdo que propõe novas formas de contar.
8. Social Commerce. O uso de bots e de realidade aumentada surge nesta nova forma de compra on line.
9. Novas tecnologias são integradas. Realidade aumentada, automatização e chatbots aumentam o valor das redes sociais.
10. Vídeo e podcast, os protagonistas. Os conteúdos audiovisuais e em voz se impõem e chegam para ficar. Os investimentos e publicidade digital estarão distribuídos principalmente nestes formatos.

Os hábitos de consumo do público evoluem. Hoje estamos diante de um consumidor inteligente e decidido, que não só sabe o que quer, mas também como e quando quer. “O consumidor de 2020 busca estar um passo à frente das marcas. Isto implica que, a partir da comunicação e do marketing digital, as companhias deverão aperfeiçoar a oferta e adaptar-se às necessidades deste novo consumidor digital, inteligente e exigente”, afirma Federico Bugallo, Country Manager da Agora Argentina.

Baixar aqui o relatório completo.